Cara Preta (coletivo)

De Dicionario de Favelas Marielle Franco
Ir para: navegação, pesquisa

Autoria: Coletivo Cara Preta.  

38870748 2220599708174672 4468955931534688256 n.png

O Coletivo

O Coletivo De Juventude Negra Cara Preta, tem sua história iniciada em 17 de fevereiro de 2016, por meio de uma reunião realizada com os militantes do segmento de juventude negra que atuavam de forma individualizada. Motivados pelo desejo de que jovens negros e negras historicamente marcados pelo racismo e marginalização social, pudessem se organizar de forma contínua, e possibilitar que o segmento de juventude negra ganhasse mais representação para falar, reivindicar, e denunciar suas questões no estado,o grupo de militantes decide pelo início do coletivo, pois tinham em mente a  importância potencialidade das organizações sociais.
 Com o resultado positivo da primeira conversa, o grupo presente estabelece uma nova reunião, com objetivo de fortalecer a iniciativa e convidar outros jovens negros (as) com elo de proximidade  para somar-se ao projeto.
       O novo encontro culminou na entrada de novos integrantes e na construção de objetivos que norteiam as reivindicações e iniciativas do coletivo. Entre os objetivos fixados na ocasião, a coletividade decide se orientar em alguns temas prioritários para o início da atuação no estado pertencente e estudos, como por exemplo: genocídio da juventude negra, raça e classe, protagonismo juvenil,o racismo e seus desdobramentos, feminismo negro, gênero e sexualidade.
 

Festival da Juventude Periférica/RECIFE