Casa Amarela

De Dicionario de Favelas Marielle Franco
Ir para: navegação, pesquisa

Dicionário de Favelas Marielle Franco

 

Casa Amarela.jpg

A Casa

É no Morro da Providência, primeira favela do Rio de Janeiro que a ONG CAN ART CHANGE THE WORLD ? INC. fundou a Casa Amarela após o projeto JR intitulado "As Mulheres São Heróis" (Women are Heroes ) em 2008.

A Casa Amarela está localizada no alto do Morro da Providência e atua como centro cultural e artístico para seus moradores por meio de oficinas e aulas dirigidas por artistas locais, moradores, ativistas e professores da Providência e outros voluntários muito diversos do Brasil e do resto do mundo. Graças a colaborações com instituições culturais e ao apoio de doações locais e internacionais,  o nosso espaço oferece atividades artísticas, culturais e educacionais. A Casa oferece aulas de arte como desenho, pintura, colagem, grafite, mas também aulas de inglês e francês, poesia, fotografia, macrame, teatro, capoeira, hiphop e dança afro, ioga, aulas de culinária etc.

Aberta de segunda a sexta-feira, a Casa recebe mais de 100 crianças e adolescentes e 40 adultos, que vem desfrutar de toda uma série de atividades depois de ir à escola ou trabalho durante a tarde e podem se expressar e desenvolver seu lado criativo. Adolescentes e adultos no final da tarde e à noite aproveitam o acesso em várias oficinas como cursos de comunicação, técnicas de moda, ioga e empreendedorismo.

Visão

Nosso foco é a melhoria de vida dos moradores através da arte, da educação e da cultura. Acreditamos que ajudar a desenvolver a criatividade, ampliar a curiosidade por meio da arte e da educação tende a ajudar as pessoas a se tornarem autônomas e auto-sustentáveis.

Missão

A Casa Amarela atua como ferramenta na luta contra a exclusão social, trazendo experiência, conhecimento e auto-estima para crianças e adultos e assim, aumentando suas oportunidades para o futuro. Tendo a arte como base, sua missão é fornecer um ambiente no qual a criatividade e liberdade de expressão possam combater, ou melhor, tentar reduzir a marginalização de quem tenta se inserir na sociedade.

É neste intuito que artistas locais e internacionais têm criado oficinas pontuais para todos.

Fundamentos

  1. ARTE:  A arte é para todos. Através da arte e da criatividade nos reinventamos, nos expressamos, compartilhamos a nossa história.
  2. EDUCAÇÃO: Educação é para todos. Ela é uma fonte de poder na sociedade atual e tem de ser acessível a todos. Ensina o respeito das diferenças, sejam elas quais forem.
  3. CULTURA: A cultura é para todos. A cultura abre a mente para outras ideias, tradições e possibilidades.

 

Vídeo