Mudanças entre as edições de "Desafios em estudos sobre policiamento e crime (ciclo de debates)"

De Dicionario de Favelas Marielle Franco
Ir para navegação Ir para pesquisar
Linha 24: Linha 24:
  
 
[https://wikifavelas.com.br/index.php/Pesquisa_e_milit%C3%A2ncia/ativismo_(debate) Pesquisa e militância/ativismo]
 
[https://wikifavelas.com.br/index.php/Pesquisa_e_milit%C3%A2ncia/ativismo_(debate) Pesquisa e militância/ativismo]
 +
 +
[https://wikifavelas.com.br/index.php/Pesquisa_%E2%80%9Cnativa%E2%80%9D_nas_institui%C3%A7%C3%B5es_de_seguran%C3%A7a_p%C3%BAblica_e_justi%C3%A7a_(debate) Pesquisa “nativa” nas instituições de segurança pública e justiça]

Edição das 16h55min de 8 de setembro de 2021

Autora: Palloma Menezes.

Sobre 

O Ciclo de debates “Desafios em estudos sobre policiamento e crime” foi uma iniciativa do Instituto de Estudos Sociais e Políticas (IESP) desenvolvida ao longo do primeiro semestre de 2016. 

A proposta deste ciclo reuniu dois objetivos centrais. De um lado, o primeiro objetivo era permitir que os alunos de pós-graduação ampliassem seu conhecimento da obra dos autores convidados, reiterando a possibilidade de interação entre eles e dando a chance aos pós-graduandos de exercerem atividades de coordenação de eventos públicos. De outro lado, ciclo tinha o objetivo de oferecer a um público mais amplo – incluindo alunos com diferentes níveis de formação universitária, militantes de movimentos sociais, gestores públicos e pessoas interessadas em geral – um painel sobre as pesquisas de ponta em torno do tema, ainda que não se tivesse a intenção de esgotar os debates ou os autores. 

O Ciclo

Este ciclo de debates, coordenado por Luiz Antonio Machado da Silva e Palloma Menezes, foi composto por 14 mesas. 

Cada mesa teve uma duração de duas horas e meia em média e foi composta por dois ou três pesquisadores convidados e um aluno de pós-graduação que atuou como mediador do debate. 

As mesas abordaram diversos temas, mas em todas elas os pesquisadores falaram sobre os desafios enfrentados e os resultados encontrados em pesquisas realizadas sobre policiamento, criminalidade e violência urbana no Rio de Janeiro.

O evento contou com a participação de diversos professores da UERJ, mas levou também às dependências do IESP, professores e pesquisadores e pós-graduandos de várias outras instituições, como UFRJ, UFF, UFRRJ, FIOCRUZ e Universidade Cândido Mendes.

Mesas

Pesquisas na Baixada Fluminense

Raça e Gênero: identidades e violências diversas

Etnografias nas/das margens do Estado

Quando o campo não é fixo - pesquisas em/de fluxos

Religião e crime

Consumo e tráfico de drogas

Pesquisa e militância/ativismo

Pesquisa “nativa” nas instituições de segurança pública e justiça