Elaine Vieira - Fala na Audiência Pública da ADPF 635

De Dicionário de Favelas Marielle Franco
Revisão de 00h50min de 4 de julho de 2021 por Caiqueazael (discussão | contribs) (Criou página com '<p style="text-align: center;">Verbete criado pela equipe do '''Dicionário de Favelas Marielle Franco'''  </p> <p style="text-align: center;">Veja também: [https://wiki...')
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar

Verbete criado pela equipe do Dicionário de Favelas Marielle Franco  

Veja também: Segurança Pública e Direitos Humanos - ADPF das Favelas (ADPF 635)


Sobre

A Ação de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) nº 635 foi ajuizada pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) com a pretensão de que fossem reconhecidas e sanadas graves lesões a preceitos fundamentais constitucionais, decorrentes da política de segurança pública do Estado do Rio de Janeiro marcada pela "excessiva e crescente letalidade da atuação policial". A audiência ocorreu nos dia 16 e 19 de abril de 2021, convocada pelo Ministro Edson Fachin no âmbito da ADPF 635, conhecida como ADPF das Favelas.

Fala de Elaine Vieira

“Quando o caveirão aéreo vem dando voo rasante, parece que vai derrubar o telhado da minha casa. Aqui tem casas pequenas, a maioria barracos, e não tem estrutura para suportar a hélice do helicóptero. Sei que o senhor não mora nem os senhores moram numa favela, e acreditam que nunca passaram por esse terror, mas digo de todo coração: não é fácil acordar as 5 horas da manhã e ter em sua porta vários homens encapuzados. Isso quando a sua porta não é arrombada”. Trecho da fala de Eliene Maria Vieira, do Movimento Mães de Manguinhos, durante a audiência do STF sobre a redução da letalidade policial no Rio de Janeiro. A audiência foi convocada no âmbito da ADPF 635, também conhecida como ADPF das Favelas.