Favela Cineclube

De Dicionario de Favelas Marielle Franco
Ir para: navegação, pesquisa

Retirado de: https://www.atados.com.br/ong/favela-cineclube/sobre

19554183 943683105773173 70595759866301509 n.png

O Projeto

Foi a partir da própria carência de Arte, Cultura, Lazer e Integração, que alguns moradores, amigos de moradores e até simpatizantes distantes e anônimos deram vida ao “Cineclube Revolucionário do Morro da Providência”. Na ausência de condições ideais, mesmo sem equipamento básico (caixa de som, projetor, cadeiras etc.) foi marcada a primeira sessão e a estreia era iminente. Era chegada a hora de luz, câmeras e sobretudo, Ação!

Após a sessão havia em torno de 30 (trinta) pessoas discutindo sobre a atuação do Estado dentro das Favelas. O foco do cineclube são os filmes experimentais e independentes, que investigam e discutem temas que geram polêmica, reflexão e debate político. Buscamos despertar o interesse das pessoas através das temáticas dos filmes, como também convidamos pessoas de fora da Favela, profissionais dos filmes, atores e diretores, para rodas de conversa e troca de experiências com o público.

Acreditamos que a ocupação dos espaços ociosos com arte e cultura incentiva a comunidade a interagir com os demais, com a vida coletiva, seu lugar no mundo e assim se sensibilizar e cobrar ações efetivas das autoridades e obrigá-las a repensar sua política de combate as drogas com o enfrentamento dentro das Favelas, ocasionando a morte de jovens, pobres, negros e a falta de políticas para a Favela de um modo geral.

A arte e a cultura são um direito que consideramos invioláveis, verdadeiras ferramentas de desenvolvimento e transformação humana e uma alternativa ao combate a violência e a intolerância. Consideramos que o acesso ao cinema é um direito e devemos lutar por ele e pela democratização da informação em oposição a violência e descaso do Estado dentro da Favela.