Habitação e infraestruturas locais: urbanização versus remoção (live)

De Dicionario de Favelas Marielle Franco
Revisão de 13h11min de 17 de setembro de 2021 por Gabriel (discussão | contribs)
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar

Autoria: Dicionário de Favelas Marielle Franco.

Sobre

"Favelas em Movimento" é a nova série de lives do Dicionário de Favelas Marielle Franco .Toda última terça-feira do mês, às 18h, no canal da VídeoSaúde (Distribuidora da Fiocruz), moradores(as) e representantes de favelas e periferias se encontram para um bate-papo sobre questões sociais, políticas, culturais e econômicas fundamentais para pensarmos a vida destas pessoas em um cenário pandêmico, mas também o futuro.

Resumo

Nesse episódio, os convidados debatem as lutas por acesso à moradia, uma pauta que, apesar de secundarizada pelo poder público, é fundamental para o acesso  a outras políticas públicas, como saúde e educação. Eles denunciam as violências produzidas pelo estado, a partir das políticas de remoção e da deslegitimação das experiências de urbanização feitas pelos próprios moradores e apontam para soluções, como o investimento em infraestrutura, produção de novas moradias e trabalhos de contenção e drenagem em áreas de encostas. Os convidados analisam ainda os desafios na articulação das lutas por moradia, com a necessidade de organização coletiva e a superação da lógica da terra como mercadoria.

Habitação e infraestruturas locais: urbanização versus remoção

Sexto episódio da série de lives: "Favelas em Movimento": Favela em Movimento - Habitação e infraestruturas locais: urbanização versus remoção

O tema debatido é habitação​ e infraestruturas locais, com os(as) convidados(as): Camila Moradia, líder da luta por moradia no Complexo do Alemão, fundadora e coordenadora do MEAA - Mulheres em Ação no Alemão; Guilherme Pimentel, Advogado com atuação na área de direitos humanos, atual Ouvidor-Geral da Defensoria Pública do RJ e Coordenador de Política Criminal do Conselho Nacional de Ouvidorias das Defensorias do Brasil; Simone Rodrigues, Advogada, membro dos coletivos Conselho Popular, Rocinha Sem Fronteiras e União por Moradia Popular.

Mediador é o Orlando Santos Junior, sociólogo, doutor em planejamento urbano e regional, diretor do IPPUR/UFRJ, pesquisador do Observatório das Metrópoles e membro do Conselho Editorial do Dicionário de Favelas Marielle Franco.