Mudanças entre as edições de "Nosso Sagrado (documentário)"

De Dicionário de Favelas Marielle Franco
Ir para navegação Ir para pesquisar
(Criou página com ' '''Gênero: '''Documentário   '''Teaser: '''[https://www.youtube.com/watch?v=1jx3ScQXyD0 https://www.youtube.com/watch?v=1jx3ScQXyD0]   '''Realização'''<br/> Q...')
 
Linha 4: Linha 4:
 
'''Teaser: '''[https://www.youtube.com/watch?v=1jx3ScQXyD0 https://www.youtube.com/watch?v=1jx3ScQXyD0] &nbsp;
 
'''Teaser: '''[https://www.youtube.com/watch?v=1jx3ScQXyD0 https://www.youtube.com/watch?v=1jx3ScQXyD0] &nbsp;
  
'''Realização'''<br/> Quiprocó Filmes<br/> Liberte Nosso Sagrado <meta charset="utf-8"></meta>
+
'''Realização'''<br/> Quiprocó Filmes<br/> Liberte Nosso Sagrado&nbsp;
  
 
'''Sinopse:'''&nbsp;O documentário investiga a perseguição e o racismo religioso contra o Candomblé e a Umbanda, que foram criminalizadas na Primeira República e na Era Vargas. Durante esse período mais de 200 objetos foram apreendidos pela polícia. As peças sagradas da Umbanda e Candomblé foram expostas como "Coleção Magia Negra" e ainda hoje encontram-se sob a posse do Museu da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro. A partir da fala de religiosos, pesquisadores e militantes, buscamos entender a importância do acervo sagrado afro-brasileiro, a luta pela sua libertação e os efeitos do racismo religioso.&nbsp;
 
'''Sinopse:'''&nbsp;O documentário investiga a perseguição e o racismo religioso contra o Candomblé e a Umbanda, que foram criminalizadas na Primeira República e na Era Vargas. Durante esse período mais de 200 objetos foram apreendidos pela polícia. As peças sagradas da Umbanda e Candomblé foram expostas como "Coleção Magia Negra" e ainda hoje encontram-se sob a posse do Museu da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro. A partir da fala de religiosos, pesquisadores e militantes, buscamos entender a importância do acervo sagrado afro-brasileiro, a luta pela sua libertação e os efeitos do racismo religioso.&nbsp;

Edição das 20h10min de 5 de setembro de 2019

Gênero: Documentário  

Teaser: https://www.youtube.com/watch?v=1jx3ScQXyD0  

Realização
Quiprocó Filmes
Liberte Nosso Sagrado 

Sinopse: O documentário investiga a perseguição e o racismo religioso contra o Candomblé e a Umbanda, que foram criminalizadas na Primeira República e na Era Vargas. Durante esse período mais de 200 objetos foram apreendidos pela polícia. As peças sagradas da Umbanda e Candomblé foram expostas como "Coleção Magia Negra" e ainda hoje encontram-se sob a posse do Museu da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro. A partir da fala de religiosos, pesquisadores e militantes, buscamos entender a importância do acervo sagrado afro-brasileiro, a luta pela sua libertação e os efeitos do racismo religioso. 

Ficha Técnica

Direção, argumento e roteiro: Fernando Sousa,  Gabriel Barbosa & Jorge Santana
Assistente de direção: Mariana Medeiros e Viviane Tavares
Direção de Fotografia: Luis Felipe Marques Ferreira
Câmera: Baruc Carvalho, Gabriel Barbosa, Ian Cheibub e Luis Felipe Marques Ferreira
Câmeras adicionais: Larissa Cargnin, Mariana Medeiros, Roger Cipó
Pesquisa: Fernando Sousa, Gabriel Barbosa e Jorge Santana
Som direto: Vilson Almeida
Produção: Mariana Medeiros e Viviane Tavares
Arte gráfica: Flavia Mattos
Edição, montagem e finalização: André Pacheco

Músicas
“Baticum de Bará
“Angola Muzenza”

Fonograma e direitos autorais gentilmente cedidos por Lucio Sanfilippo e Luiz Antonio Simas  

Mostras e Festivais  

- Afro-latino Fest NYC

- Festival Visões Periféricas

- 4ª Mostra do Filme Marginal