Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes

De Dicionario de Favelas Marielle Franco
Ir para navegação Ir para pesquisar

Autora: Silvia Fernandes.

Na Igreja católica, uma paróquia corresponde à área territorial confiada a um pároco que, por sua vez, está sob a autoridade do bispo de determinada diocese. O território paroquial tanto pode conter um único templo, quanto abrigar várias pequenas igrejas ou comunidades, todas subordinadas ao pároco. No catolicismo, a comunidade de fiéis pode tornar-se uma paróquia na medida em que se diversificam as atividades sociopastorais ou em que aumenta de modo significativo o número de habitantes. A paróquia Nossa Senhora dos Navegantes, no atual bairro Maré, foi criada em 01 de janeiro de 1945. Com o passar do tempo, em razão do aumento populacional e da expansão das favelas que compõem o atual bairro, várias comunidades foram sendo agregadas à Paróquia. Em razão do escasso número de padres e da expansão dos locais de celebração, as comunidades eram assistidas por padres do Movimento Contemplativo Padre Charles De Foucauld, originário de Cuneo, Itália. A assistência das comunidades nas atividades sociopastorais foi, durante cerca de quarenta anos, realizada por religiosas, padres e religiosos oriundos do referido Movimento católico. Ao longo de algumas décadas, a mudança do status de muitas comunidades fez com que a paróquia Nossa Senhora dos Navegantes presenciasse a redução do número de capelas ou comunidades sob a sua jurisdição, o que significa afirmar que as capelas foram emancipadas para a condição de paróquia. Em 2018, segundo o Anuário Católico da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, a paróquia de Nossa Senhora dos Navegantes conta com três comunidades sob a responsabilidade do pároco Jan Baraniecki, da congregação Sociedade do Apóstolo Católico – SAC, mais conhecido como Palotinos. As capelas de Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora do Perpétuo Socorro - ambas situadas no Morro do Timbau -, e a capela São Pedro e São Paulo - situada na comunidade Bento Ribeiro Dantas -, desenvolvem atividades sociopastorais voltadas para os fiéis católicos de cada uma dessas comunidades, sempre em consonâncias com as diretrizes paroquiais.