Paulo Freire e a luta por uma universidade pública popular-revolucionária (artigo)

De Dicionario de Favelas Marielle Franco
Revisão de 12h45min de 2 de agosto de 2020 por Clara (discussão | contribs)
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar

Autor: Rodrigo Torquato da Silva

Professor da Universidade Federal Fluminense (UFF)  

Resumo: O presente artigo é resultado do desdobramento de um rol de estudos promovidos pelo Grupo de Pesquisa ALFAVELA-UFF e visa apresentar os impactos do legado de Paulo Freire para a educação a partir de uma experiência extensionista. Trata-se do Curso de Extensão PAULO FREIRE: LEITURAS COMENTADAS, realizado no IEAR-UFF, no ano de 2017. O curso teve como base as obras do educador em diálogo com as principais referências intelectuais que deram suporte aos conceitos freireanos: Guerreiro Ramos, Álvaro Vieira Pinto e Frantz Fanon. Confirma-se aqui que a formação crítica na universidade pública é a pedra angular para o combate ao quadro tenebroso de ascensão de movimentos reacionários/fascistas que emerge no Brasil.  

Palavras-chave: Paulo Freire. Universidade. Ensino. Pesquisa. Extensão.

         

load PDF