Mudanças entre as edições de "Radar Covid-19 nas Favelas (boletim)"

De Dicionario de Favelas Marielle Franco
Ir para: navegação, pesquisa
(Criou página com ' '''Autoria: Fiocruz''' <p style="text-align: justify;">O '''Radar COVID-19 nas Favelas''' é um informativo produzido no âmbito da Sala de Situação Covid-19 nas Favelas do...')
(Sem diferença)

Edição das 17h16min de 31 de julho de 2020

Autoria: Fiocruz

O Radar COVID-19 nas Favelas é um informativo produzido no âmbito da Sala de Situação Covid-19 nas Favelas do Rio de Janeiro, vinculada ao Observatório COVID-19 da Fiocruz. A publicação faz par com o Boletim Socioepidemiológico de nome homônimo, com a diferença de ser construída a partir do monitoramento ativo de fontes não oficiais (vigilância de rumores) das comunidades cariocas. Estruturado com base no monitoramento ativo (vigilância de rumores) de fontes não oficiais – mídias, redes sociais e contato direto com moradores, coletivos, movimentos sociais, instituições e articuladores locais – busca sistematizar, analisar e disseminar informações sobre a situação de saúde nos territórios selecionados, visando promover a visibilidade das diversas situações de vulnerabilidade e antecipar as iniciativas de enfrentamento da pandemia.

Os relatos são coletados por meio da constituição de uma rede de interlocutores, valorizando a produção compartilhada de conhecimento, o acesso e a participação ativa de moradores de favelas e de seus movimentos sociais.

1ª edição (31/07)

Na primeira edição, o Radar Covid-19 Favelas traz relatos de moradores das favelas do Catiri, Jacarezinho, Manguinhos e Maré, além da seção Debates intitulada Racismo estrutural, favelas e  saúde mental. Nela, padre Geraldo Natalino (Padre Gegê) e a conselheira de saúde Darcília Alves discutem as diferentes formas de influência das questões de raça, classe e gênero no viver da favela.

 The URL or file path given to embed a PDF is blank.