Mudanças entre as edições de "Teleférico do Morro da Providência"

De Dicionário de Favelas Marielle Franco
(teleférico morro da providência)
 
(inserção de autora no começo da página.)
Linha 1: Linha 1:
&nbsp; <meta charset="utf-8"></meta>
 
<span style="font-size:small;"><span style="font-family:Arial,Helvetica,sans-serif;">'''Teleférico do Morro da Providência'''</span></span>
 
  
<span style="font-size:small;"><span style="font-family:Arial,Helvetica,sans-serif;">'''Em fevereiro de 2012 iniciou as obras do transporte aéreo por cabo , o teleférico do Morro da Providência, como parte do programa de revitalização do Porto Maravilha. que ligava da Central do Brasil&nbsp; a Praça Américo Brum e a estação Barão da Gamboa a Praça Américo Brum(destino final) totalizando 3 estações e com capacidade de mil pessoas por hora.'''</span></span>
+
Autoria:&nbsp;<bdi>[https://wikifavelas.com.br/index.php?title=Usuário:Andreza_Santos&action=edit&redlink=1 Andreza Santos].</bdi>
  
<span style="font-size:small;"><span style="font-family:Arial,Helvetica,sans-serif;">'''Inaugurado 2 de julho de 2014, a contragosto dos moradores da região, haja vista que foram feitas&nbsp; remoções do espaço de lazer, a Praça Américo Brum, que teve seu tamanho reduzido mais da metade e remoções de casas.'''</span></span>
+
<span style="font-size:small;"><span style="font-family:Arial,Helvetica,sans-serif;">Em fevereiro de 2012 iniciou as obras do transporte aéreo por cabo , o teleférico do Morro da Providência, como parte do programa de revitalização do Porto Maravilha. que ligava da Central do Brasil&nbsp; a Praça Américo Brum e a estação Barão da Gamboa a Praça Américo Brum(destino final) totalizando 3 estações e com capacidade de mil pessoas por hora.</span></span>
  
<span style="font-size:small;"><span style="font-family:Arial,Helvetica,sans-serif;">'''O projeto que custou 75 milhões de reais no ano de 2016, teve seu funcionamento interrompido por falta de verbas para manutenção e desde então as estações e continuam paradas e sendo vigiadas pela UPP,que ocupa único espaço de lazer da comunidade.'''</span></span>
+
<span style="font-size:small;"><span style="font-family:Arial,Helvetica,sans-serif;">Inaugurado 2 de julho de 2014, a contragosto dos moradores da região, haja vista que foram feitas&nbsp; remoções do espaço de lazer, a Praça Américo Brum, que teve seu tamanho reduzido mais da metade e remoções de casas.</span></span>
  
<span style="font-size:small;"><span style="font-family:Arial,Helvetica,sans-serif;">'''Esse transporte aéreo por cabo, no seu funcionamento, trouxe visibilidade e acesso a turistas para visitação do mirante e com isso um aumento considerável de clientes para o Bar da Jura, localizado na Praça Américo Brum. Hoje sem utilidade, traz riscos para a população devido a falta de manutenção e prejuízo econômico devido falta de acessibilidade para turistas.'''</span></span>
+
<span style="font-size:small;"><span style="font-family:Arial,Helvetica,sans-serif;">O projeto que custou 75 milhões de reais no ano de 2016, teve seu funcionamento interrompido por falta de verbas para manutenção e desde então as estações e continuam paradas e sendo vigiadas pela UPP,que ocupa único espaço de lazer da comunidade.</span></span>
 +
 
 +
<span style="font-size:small;"><span style="font-family:Arial,Helvetica,sans-serif;">Esse transporte aéreo por cabo, no seu funcionamento, trouxe visibilidade e acesso a turistas para visitação do mirante e com isso um aumento considerável de clientes para o Bar da Jura, localizado na Praça Américo Brum. Hoje sem utilidade, traz riscos para a população devido a falta de manutenção e prejuízo econômico devido falta de acessibilidade para turistas.</span></span>

Edição das 12h40min de 3 de novembro de 2019

Autoria: Andreza Santos.

Em fevereiro de 2012 iniciou as obras do transporte aéreo por cabo , o teleférico do Morro da Providência, como parte do programa de revitalização do Porto Maravilha. que ligava da Central do Brasil  a Praça Américo Brum e a estação Barão da Gamboa a Praça Américo Brum(destino final) totalizando 3 estações e com capacidade de mil pessoas por hora.

Inaugurado 2 de julho de 2014, a contragosto dos moradores da região, haja vista que foram feitas  remoções do espaço de lazer, a Praça Américo Brum, que teve seu tamanho reduzido mais da metade e remoções de casas.

O projeto que custou 75 milhões de reais no ano de 2016, teve seu funcionamento interrompido por falta de verbas para manutenção e desde então as estações e continuam paradas e sendo vigiadas pela UPP,que ocupa único espaço de lazer da comunidade.

Esse transporte aéreo por cabo, no seu funcionamento, trouxe visibilidade e acesso a turistas para visitação do mirante e com isso um aumento considerável de clientes para o Bar da Jura, localizado na Praça Américo Brum. Hoje sem utilidade, traz riscos para a população devido a falta de manutenção e prejuízo econômico devido falta de acessibilidade para turistas.