Agenda Realengo

Por equipe do Dicionário de Favelas Marielle Franco

A Agenda Realengo 2030 é uma das 18 Agendas Locais fomentadas pela @casafluminense. Lançada em 2022, com apoio do Instituto Clima e Sociedade em parceria com o IFRJ e o @latadoida.

Autoria: Equipe Dicionário de Favelas Marielle Franco.
Agenda Realengo

A Agenda Realengo 2030 é uma das 18 Agendas Locais fomentadas pela @casafluminense. Lançada em 2022, com apoio do Instituto Clima e Sociedade em parceria com o IFRJ e o @latadoida.A Agenda é um grupo de pesquisa sobre dados, propostas, sonhos e incidência na Zona Oeste.

Sobre[editar | editar código-fonte]

A Agenda Local 2030 é um documento impresso que conta com propostas de políticas públicas pensadas em Realengo para Realengo.

Todos os moradores da R.A. Realengo podem participar acrescentando demandas, soluções, caminhos e sonhos

Palestrantes[editar | editar código-fonte]

Palestrantes da Agenda Realengo

Para conhecer todos os palestrantes, clique aqui!

Projeto do Parque Realengo[editar | editar código-fonte]

O projeto do Parque de Realengo previa uma saída: a execução da obra em fases. Iniciando pela construção de lojas regulamentadas nos entornos com fins à realocação desses comerciantes, seguida pelo translado, para só então prosseguir com a demolição dos estabelecimentos originais. Mas não foi o que aconteceu.

O terreno desapropriado estava abandonado e a construção de lojas, assim como a revitalização de parte da área para criação da Ocupação Parquinho Verde, foram de extrema importância para reavivar aquele trecho do bairro. A demolição, é claro, era prevista e compreendida, mas não se esperava que acontecesse de forma tão traumática.

Apesar de terem recebido notificação para desocupação imediata no dia 21/11, os moradores organizaram um abaixo-assinado e estiveram em contato com advogados e vereadores para prorrogação do prazo para janeiro de 2023. Após a notificação, seguiram-se duas semanas calmas, o que manteve os comerciantes otimistas sobre a ampliação do prazo de saída. A ação ocorreu sem aviso, fazendo com que trabalhadores tirassem suas coisas às pressas debaixo da chuva.

Para conhecer o projeto na íntegra, clique aqui.

Setembro/2021[editar | editar código-fonte]

A prefeitura do Rio deu início às obras de construção do Parque de Realengo, em 50% do terreno da antiga Fábrica de Cartuchos, com conclusão prevista para 2024.

Novembro/2022[editar | editar código-fonte]

A prefeitura apresentou uma notificação de desocupação imediata da área, sem oferecer nenhuma alternativa ou proposta de auxílio aos comerciantes que teriam de abandonar seus negócios. Apesar de tentarem uma proposta de prorrogação do prazo para 2023, eles não tiveram nenhuma resposta.

Dezembro/2022[editar | editar código-fonte]

Na manhã de 6 de dezembro, sem aviso prévio, representantes da prefeitura chegaram no local com retroescavadeiras para derrubar mais de 40 estabelecimentos que há décadas eram fonte de renda para dezenas de comerciantes locais.

Quem faz essa campanha[editar | editar código-fonte]

Essa é uma mobilização da Agenda Realengo 2030, que integra o Movimento Parque de Realengo Verde, com o apoio do Meu Rio. A Agenda é um grupo de pesquisa sobre dados, propostas, sonhos e incidência na Zona Oeste.

Conheça a agenda na íntegra, clique aqui![editar | editar código-fonte]

Agenda na íntegra

Clique aqui e acesse o documento.

Contatos e Redes Sociais[editar | editar código-fonte]

Facebook

Instagram

Site Oficial: Parque Realengo Verde

Fontes: Global Experience

E-mail: agendarealengo2030@gmail.com

Ver também[editar | editar código-fonte]

Dados Marginais

Pesquisa comunitária Construindo Juntos

Favela Verde