Brota na Laje

Por equipe do Dicionário de Favelas Marielle Franco

Inconformados com a realidade social vivenciada no Rio de Janeiro, atravessados por um cotidiano precarizado por conta da ausência do Estado, O Brota na Laje surge a partir de encontros entre jovens de favelas da Tijuca, em especial o Morro do Borel, onde há um histórico de resistência e insurreições, para discutir a vida política cotidiana e as violações de direitos nestes territórios.

Autoria: Equipe do Dicionário de Favelas Marielle Franco a partir de informações retiradas das redes de comunicação oficiais do Coletivo.  
Brota na Laje.jpg

Sobre [editar | editar código-fonte]

Inconformados com a realidade social vivenciada no Rio de Janeiro, atravessados por um cotidiano precarizado por conta da ausência do Estado, O Brota na Laje surge a partir de encontros entre jovens de favelas da Tijuca, em especial o Morro do Borel, onde há um histórico de resistência e insurreições, para discutir a vida política cotidiana e as violações de direitos nestes territórios.  Somos os primeiros de nossas familias a entrar em uma universidades, e ao identifcar a falta de oportunidades para que outros jovens no nosso territorio acessem as mesmas, decidmos direcionar as atividades do coletivo na criação do primeiro pré vestibular coumunitario construido por jovens de favela.

O pré-vestibular[editar | editar código-fonte]

O Brota construiu o pré-vestibular comunitário em parceria com a escola Oga Mitá, por acreditar que a educação é um dos caminhos que auxiliam nesse processo, procuramos não apenas colocar mais jovens favelados nas universidades, mas criar vínculos com os alunos, professores e colaboradores para formular uma rotina de discussões e debates acerca da vida cotidiana. O projeto teve inicio no mês de março e contamos com mais de 70 inscrições entre jovens e adultos das comunidades da grande Tijuca. 

Hoje atuamos com 25 alunos e 25 professores. As aulas acontecem num espaço cedido pela escola Oga Mitá, de segunda a sexta-feira das 18:30 as 21:30. As mesmas são ministrados voluntariamente por professores formados e estudantes universitários. Contamos com uma equipe psicossocial que realiza o acompanhamento dos alunos do pré e também com apoio de um grupo de pais de alunos do Oga na construção do projeto.


Clique aqui para doar e apoiar o pré vestibular.  


VERBETE: Efeitos da diminuição de renda na vida de jovens moradores do Complexo de Favelas da Tijuca durante a pandemia de Coronavírus.[editar | editar código-fonte]

Os dados levantados são produtos da parceria do Projeto Tamo Junto e o coletivo de juventudes Brota na Laje. Eles foram colhidos no último mês do ano de 2021, utilizando um formulário online, onde os jovens preencheram, exercitando sua participação na produção, na relação e no desenvolvimento de dados que expressam suas realidades. A parceria contou com formações divididas em módulos, sendo o quarto módulo, o desenvolvimento de uma pesquisa, onde os coletivos participantes puderam exercitar a construção de questões para confirmar suas hipóteses sobre os seus objetos de estudos.

A hipótese que o Brota na laje buscou confirmar foi se houve alterações na vida dos jovens de favelas, no período de Covid-19. O Brota na laje colheu cerca de 25 respostas vindas das favelas do Complexo do Borel, Formiga, Salgueiro. Também tivemos respostas vinda da favela do Turano e Benfica. As fotos a seguir tratam-se de um exercício acolhido pelo Brota na Laje a fim de exercitar a produção de dados que partem de nós para nós. Com questões e resultados que as juventudes de favela querem se sentir participantes.

Espera-se que os jovens e organizações sociais das Favelas da Tijuca, se apropriem dos dados levantados e possam complementar suas informações na luta pela garantia de direitos da juventude. Neste levantamento encontram-se elementos que apontam que a redução da renda durante a pandemia de covid-19 prejudicou os projetos sociais de jovens favelados, principalmente nas áreas de educação e cultura. Diversas juventudes locais contribuíram com a consolidação de informações desta pesquisa, que esperamos que sejam apropriadas em suas ações e atividades no território. A construção coletiva sempre foi um fator fundamental nas nossas ações, e desejamos que esse documento seja o início de um processo legítimo, que fortaleça o avanço de um projeto de sociedade que garanta à juventude direitos fundamentais.


Fonte: Brota na Laje 2021



Fonte: Brota na Laje 2021
Fonte: Brota na Laje 2021






Fonte: Brota na Laje 2021



Fonte: Brota na Laje 2021
Fonte: Brota na Laje 2021






Fonte: Brota na Laje 2021




Fonte: Brota na Laje 2021



Fonte: Brota na Laje 2021




Fonte: Brota na Laje 2021




Fonte: Brota na Laje 2021



Fonte: Brota na Laje 2021




Fonte: Brota na Laje 2021




Fonte: Brota na Laje 2021




Fonte: Brota na Laje 2021



Fonte: Brota na Laje 2021





Redes Sociais[editar | editar código-fonte]