Morro dos Macacos

De Dicionario de Favelas Marielle Franco
Ir para navegação Ir para pesquisar

História

No passado, a área que hoje abriga essa favela era uma fazenda que pertencia aos jesuítas. O Marquês de Pombal confiscou as terras para a Família Real e Dom Pedro 1º chegou a praticar caça na região. Quando a Corte voltou a Portugal, a propriedade foi comprada pelo abolicionista João Batista Viana Drummond, que batizou o Boulevard 28 de Setembro, em alusão à data da Lei do Ventre Livre.

nome do local, Morro dos Macacos, assim como a Fazenda, deve-se ao fato de ali terem existido muitos macacos.

As ocupações no Complexo do Morro dos Macacos começaram na década de 20, induzidas pelo processo de expropriação dos trabalhadores e motivadas pelo fato de que naquela área, longe do Centro e da Zona Sul, o risco de expulsão era menor. Os morros do Jardim e do Pau da Bandeira foram ocupados mais tarde, na década de 50, por pessoas expulsas da favela do Esqueleto, onde foi construído o campus da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), no Maracanã.


 

Referências

https://oglobo.globo.com/rio/bairros/lider-comunitaria-escreve-historia-do-morro-dos-macacos-8651465

https://journals.openedition.org/etnografica/1232

https://agencia.fiocruz.br/morro-dos-macacos-%C3%A9-alvo-de-estudo-sobre-a-rela%C3%A7%C3%A3o-entre-lixo-e-deslizamentos