Agência de Notícias das Favelas

De Dicionário de Favelas Marielle Franco
Revisão de 19h23min de 10 de janeiro de 2020 por Gabriel (discussão | contribs)
Ir para navegação Ir para pesquisar

Autoria: Agência de Notícias das Favelas.

  Images (1).jpg  

 

A ANF

A ANF – Agência de Notícias das Favelas foi criada para atender a demanda da imprensa e da sociedade que precisavam obter informações sobre que acontecia no contexto das favelas do Rio de Janeiro. Fundada pelo jornalista André Fernandes, em janeiro de 2001, foi logo reconhecida pela Reuters como a primeira agência de notícias de favelas do mundo. Em 2005, a ANF foi instituída como uma ONG para levar adiante a luta pela democratização da informação da favela para o mundo, tendo como protagonistas seus próprios moradores.Nossa missão é estimular a integração e a troca de informações entre as favelas, com a finalidade de melhorar, por meio de formação de uma grande rede de colaboradores, a qualidade de vida do povo. A Agência de Notícias das Favelas dispõe de um site, mídias sociais e do jornal “A Voz da Favela”, maior impresso das favelas do país, com uma tiragem de 50 mil exemplares mensais, circulando também nas regiões do Rio de Janeiro, da Baixada Fluminense e Niterói. O jornal é escrito por moradores e ativistas das favelas de forma colaborativa. Além disso, garante renda para dezenas de pessoas. Sua distribuição conta com uma metodologia inovadora, onde o jornal é repassado para seus distribuidores sem nenhum custo e todo o recurso arrecadado fica integralmente para o distribuidor. Vale destacar que o jornal A Voz da Favela não tem preço e sim um valor: uma contribuição voluntária do leitor.  A Voz da Favela, disponível emhttps://www.youtube.com/watch?v=5aECmPtPadM.

A ANF é também a única organização da mídia independente no país que tem um Manual de Redação e Estilo, distribuído exclusivamente entre os seus mais de 500 colaboradores – em sua maioria, moradores de favelas do Rio de Janeiro e de outros estados. Quem quiser contribuir com textos e informações relevantes, precisa apenas entrar no site (www.anf.org.br) e solicitar participação.

 

A Voz das Favelas