Carlinhos Pandeiro de Ouro

De Dicionario de Favelas Marielle Franco
Ir para: navegação, pesquisa

Autor: Caíque Azael

Introdução

Carlinhos Pandeiro de Ouro é um percussionista brasileiro, conhecido pelo seu talento com o pandeiro mas também em diversas expressões artísticas. Nascido Carlos de Oliveira, ele cresceu no Rio de Janeiro nos anos 1940, sob forte influência do samba. Aos sete anos, já tocava pandeiro, começando com as bandejas de bolo da sua mãe. Frequentou diferentes favelas durante sua vida, sempre em diálogo com os sambistas da região. Em uma visita à Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira, com 14 anos, foi convidado pelo intérprete Jamelão para se tornar membro da Escola. Sempre irreverente tocando pandeiro, Carlinhos faz performances bastante teatrais, com malabarismos e acrobacias em suas apresentações. Logo, seu estilo ganhou o mundo e fez muito sucesso, o que abriu as portas para que ele trabalhasse com os principais nomes da música no Rio.

Pandeiro de Ouro?

Em 1966, o Brasil realizou um concurso nacional para encontrar o melhor pandeiro do país. Carlinhos superou os 500 outros jogadores e venceu o primeiro prêmio 'Pandeiro de Ouro', ficando conhecido como Carlinhos Pandeiro de Ouro. Com esse reconhecimento, Carlinhos representou o Brasil em performances perante a família real japonesa, a família real sueca e também em uma performance de comando da rainha Elizabeth II e do príncipe Philip da Inglaterra. Em sua carreira, acumula participações em filmes e programas de televisão no Brasil e no mundo, ao lado de pessoas como Herbie Mann, Sergio Mendes, Sadao Watanabe, Ed Thigpen, Toots Thielemans, Martinho da Vila, Beth Carvalho, Maria Betânia e muito mais.

Na sua época de maior presença na Mangueira, foi “líder” do grupo “Trio Pandeiro de Ouro”. Depois de várias décadas, em forma de homenagem, o desfile da Mangueira no carnaval do Rio de 2014 teve uma ala com dez “Pandeiros de Ouro” no qual os destaques eram os dois últimos integrantes do famoso “Trio Pandeiro de Ouro – Carlinhos e Pimpolho. Para a ocasião foram fabricados pandeiros especiais e customizados pela Contemporânea Musical para as respectivas legendas do samba carioca.

m 1972, ano de criação da premiação Estandarte de Ouro do jornal O Globo, ganhou o prêmio como destaque masculino, desfilando o enredo “Rio, Carnaval dos Carnavais”. Fez parte do badalado Trio Pandeiro de Ouro, até seguir trabalhando ao redor do mundo. Fixou moradia no Havaí no início da década de 1980, após seu casamento. Em 2015, o carismático e lendário “Carlinhos Pandeiro de Ouro” teve alguns problemas de saúde e preferiu regressar ao seu querido Rio de Janeiro. Mais recentemente, em 2016, depois de uma temporada no Rio e da saúde restabelecida, ele volta a Los Angeles onde tem familiares e muitos amigos. Atualmente mora e trabalha nos Estados Unidos, mas vive numa diâmica de vindas constantes ao Rio.

Fotos

Pandeiro de Ouro.jpg
Carilhos Pandeiro de Ouro, Rio, 1986. Foto por Guina Araújo Ramos
Carlinhos Pandeiro de Ouro na apuração da Mangueira em 2019

Conheça Carlinhos


 

Referências