Caxambu do Salgueiro

De Dicionário de Favelas Marielle Franco

ContatoFacebook @caxambudosalgueiro / Instagram @caxambu_do_salgueiro

Por Fabiana Batista | NPC

Divulgação


A formação do grupo se confunde com o próprio nascimento da comunidade do morro Salgueiro, na cidade do Rio que data do início do século 19, quando negros libertos das fazendas do interior do Rio, Espírito Santo e Minas, começaram a ocupar o local. Em entrevista para o jornal O Globo, em 7 de junho de 2013, Tia Denise, uma das figuras ilustres do grupo de jongo, afirma que o compromisso “é não deixar a cultura afro morrer”, pois é uma forma dos integrantes afirmarem sua identidade.


O grupo foi inspiração para o sambista e ilustre morador da comunidade, Almir Guineto, na composição da música Dança do Caxambu, sucesso da década de 1980. O Jongo do Caxambu do Salgueiro é uma das mais importantes manifestações folclóricas do morro, e tem em pessoas como Tia Dorinha, 89 anos, e Ninica, 77 anos, o símbolo de uma tradição que passa de geração a geração.  


Em atuação até hoje, o lema do grupo é “Dando continuidade à história que começou antes da gente”. E eles dão mesmo, com roupas feitas em chita e o bater do tambor, mulheres e homens dançam e cantam jongo em praças, eventos e comemorações. Para o Caxambu do Salgueiro não há tempo, data, nem espaço ruim, sempre é momento de celebrar.