Favela Art

De Dicionario de Favelas Marielle Franco
Ir para navegação Ir para pesquisar

Informações retiradas das redes oficiais do projeto pela Equipe do Dicionário de Favelas Marielle Franco

LogoFavela Art.jpg

História

O Favela Art é um projeto social artístico, criado pela empreendedora social e arte-ativista Mariluce Mariá Souza, moradora do Complexo do Alemão. 

O Favela Art oferece oficinas de criação e formação para crianças em situação de vulnerabilidade social na comunidade. Atualmente, o projeto leva arte e oportunidades a quase 200 crianças das 13 favelas que compõem o Complexo do Alemão, fornecendo uma alternativa artística ao tempo ocioso de crianças e jovens.

Ao participarem do projeto, todas as crianças e jovens produzem telas inspiradas na paisagem das favelas cariocas e do Rio de Janeiro, aprendendo habilidades artísticas que ajudam na socialização com outras crianças e auxiliam em seu desenvolvimento. Um dos principais êxitos do Favela Art foi retornar crianças que abandonaram a escola para as salas de aula.

O projeto Favela Art nasceu pelas mãos de Mariluce Mariá, que fez suas primeiras pinturas em 2011. No começo, a ideia era comercializar suas obras durante o boom de turistas no Complexo do Alemão na curta era pós-UPP. Porém, no dia a dia, ela notava uma grande quantidade de crianças que pediam dinheiro aos turistas ou vendiam água e picolés na região da estação Palmeiras do Teleférico.

A falta de um real desenvolvimento de políticas públicas sociais na comunidade agravou ainda mais a situação e cotidianamente mostrava a desigualdade social. Para piorar, o retorno da rotina de violência passou afetar principalmente as crianças mais pobres do conjunto de favelas, expandindo ainda mais a situação de vulnerabilidade. Porém, diante deste cenário, os pequenos moradores da favela pediam a Mariluce para pintar telas com ela.

Em 2014, Mariluce passou a dar oficinas de arte para as crianças, fazendo de tintas, pincel e telas – e na falta delas, muros, bancos, mesas e paredes – o palco para um despertar pertencimento e educação. Com a dobradinha cultura e arte, o Favela Art passou a integrar as crianças e jovens no mundo com a criação de telas para serem vendidas aos visitantes do Complexo do Alemão, gerando renda para as crianças e suas famílias.

As atividades da oficina do projeto com as crianças e jovens ocorrem todas as terças, das 14h às 18h e sábado e/ou domingos das 9h às 17h, com crianças na faixa etária de 4 a 11 anos. A produção de tela é a base do projeto, porém também são produzidas pinturas de paisagens em paredes pela comunidade, sem cobrança aos moradores. A ideia é elevar a autoestima da favela levando cor aos muros marcados pela violência e apagar pichações de frases violentas que alimentam o estigma do Complexo.

O projeto também atua como um facilitador da cultura dentro e fora do espaço do Complexo do Alemão. Quando possível, levarmos as crianças para participar de passeios culturais ou visitas em empresas e universidades com objetivo de expandir a visão de mundo desses moradores. Assim, o projeto Favela Art, municia as crianças em situação de vulnerabilidade, novas perspectivas de vida e outras possibilidades para o futuro.

Todas as telas produzidas nas oficinas com as crianças são vendidas para turistas e visitantes quando possível: 50% do valor é investido em materiais para o projeto, e 50% é dado ao autor da tela, demonstrando aos jovens que o fruto do seu trabalho tem valor.

Porém, a violência e o estigma tem causado um despencamento no turismo das favelas. O Complexo do Alemão agora raramente recebe turistas, que eram a principal fonte de renda do Projeto Favela Art.  Sem um local para as vendas das telas, a auto-sustentação do projeto não é possível, tampouco captar recursos para ajudar as crianças. As oficinas de arte pedem materiais como tela e tintas, mas sem renda fixa não podemos comprar os materiais necessários, assim deixando de atender várias crianças que precisam de atenção e carinho.

Em meio a esse cenário, o Favela Art ainda se mantém em funcionamento na última estação do teleférico nas Palmeiras (a céu aberto), mas para seguir com a oferta de oficinas para as crianças e jovens precisamos de patrocínio para comprar materiais e alugar um ateliê para proteger as crianças dos tiroteios que acontecem constantemente no Complexo do Alemão.

Precisamos de patrocínio para nos apoiar na  compra materiais onde iremos construir um espaço para o projeto tenha uma sede onde poderemos realizar atividades diariamente.

A mão de obra serão os próprios pais e parentes das crianças que irão auxiliar na obra.

Um grupo de arquitetos urbanistas  argentinos já estão finalizando a planta e o projeto executivo da obra.

Qualquer ajuda ou apoio será recebida com imensa gratidão do projeto e das crianças que o projeto ajuda.

Atualmente temos apoio/parcerias das seguintes empresas e organizações:  Bistrô Estação R&R, RME, EMPREENDA-SE, EMPODERE-SE 021, Jojô Serviços, Beer Five Hostel House, PHD Contabilidade, On Net, Bar do Mosquito, Livraria Gospel da Nova Brasília, Inovation,  Rio Real Blog, ANF, profissionais de educação das E.D.I's e escolas no entorno do Complexo do Alemão, Praça do Conhecimento.

      • (Todos os apoios são parcerias para futuramente termos local para expor as obras das crianças produzidas em oficinas). Não temos nenhum patrocínio (recursos financeiro).

Missão

Proporcionar esperança atráves da arte

Visão

Oferecer oportunidade que garanta o fortalecimento da confiança dos potencial de cada um dos os atendidos, para transformar sentimentos em arte, pois acreditamos que 'O FUTURO ESTÁ NAS CRIANÇAS'. 

Valor

Garantir os direitos Constitucionais e do Estatuto da criança e adolescente sejam acessíveis a todos.

Atividades

  • Oficinas de pintura em telas 
  • Oficinas de murais 
  • Passeios Culturais
  • Campanha de angariação para apoiar outros projetos que os atendidos ou seus irmãos participam
  • Campanhas de Páscoa, natal, dia das crianças e material escolar.

Redes Sociais