Instituto Marielle Franco

De Dicionario de Favelas Marielle Franco
Ir para: navegação, pesquisa

Autora: Anielle Franco  

O Instituto Marielle Franco é uma organização criada pela família de Marielle Franco, com o objetivo de buscar justiça, defender a memória, multiplicar o legado e regar as sementes deixadas por Marielle após o covarde assassinato que tirou a sua vida e a do motorista Anderson Gomes no dia 14 de Março de 2018. Está ancorado em quatro pilares:  

Buscar Justiça

Mais de um ano após o crime, as autoridades ainda não conseguiram responder a principal pergunta que a sociedade ecoa desde o dia 14 de março de 2018: quem mandou matar Marielle? O Instituto terá como uma das suas missões empreender todos os esforços possíveis para que as investigações caminhem e o mandante deste crime político seja encontrado, esperando assim que outros assassinatos que possam estar sendo planejados pelos mesmos mandantes não aconteçam e que as motivações políticas sejam reveladas.

Defender a Memória

Logo após o assassinato de Marielle, as redes sociais foram tomadas por fake news que espalhavam mentiras e difamações sobre a vereadora, como se qualquer motivo pudesse justificar o acontecido. O Instituto trabalhará para defender a memória de quem foi Marielle e espalhar a sua história para os quatro cantos para que as futuras gerações sigam lembrando quem Marielle foi e o que ela representa.

Multiplicar o Legado

De 2017 a 2018, Marielle atuou como vereadora da cidade do Rio de Janeiro. Entrou em 5º lugar no número de votos e construía um mandato conectado com pautas urgentes para a cidade como a defesa da vida das mulheres, população negra, favelada e LGBT.
O Instituto irá atuar na multiplicação do legado deixado por Marielle, para que o trabalho construído por ela e pela sua equipe seja espalhado e concretizado como era o sonho de Marielle.  

Regar as Sementes

"Pensaram que iam nos enterrar, mas não sabiam que somos sementes." A frase ecoou por redes e ruas do país e do mundo após o crime político que nos tirou Marielle. 
O Instituto terá no seu quarto eixo de ação o objetivo de potencializar e dar apoio às mulheres, pessoas negras e faveladas que querem ocupar a política (dentro e fora das instituições) para que os espaços de tomada de decisão sejam paritários e com a cara da sociedade.