Redes da Maré

De Dicionario de Favelas Marielle Franco
Ir para: navegação, pesquisa

Autoria: Redes da Maré.

171201201906135d02ae115286f.png

A Instituição

A Redes da Maré é uma instituição da sociedade civil que produz conhecimento, elabora projetos e ações para garantir políticas públicas efetivas que melhorem a vida dos 140 mil moradores do conjunto de 16 favelas da Maré. A criação da Redes de Desenvolvimento da Maré, instituição da sociedade civil, há mais de duas décadas, é resultado de um longo processo de implicação dos seus fundadores com o movimento comunitário no conjunto de favelas da Maré e, também, na cidade do Rio de Janeiro.

História

O processo que gerou a criação da Redes da Maré começou em 1997, a partir da iniciativa de moradores e ex-moradores oriundos de algumas das 16 favelas que formam a Maré e de outras partes da cidade do Rio de Janeiro. A maioria desse grupo fazia parte da população de menos de 0,5% que conseguiu ter acesso à universidade na região e que, também, participava de movimentos sociais e comunitários organizados para lutar por determinados direitos básicos, como: educação, saúde, cultura, saneamento, iluminação pública, segurança, dentre outros.

A primeira iniciativa elaborada pelos fundadores da Redes da Maré foi o projeto de preparação aos exames de acesso à universidade, o Curso Pré-Vestibular Comunitário da Maré. Essa iniciativa tem alcançado, ao longo do tempo, resultados concretos, já que mais de 1200 moradores da Maré conseguiram entrar para uma Universidade. Em 2007, acontece a formalização da instituição com esta denominação de ‘Redes da Maré’, ao partir do entendimento de que o exercício da cidadania dos moradores na cidade deve estar sustentado em um projeto abrangente e processual que valorize o papel social dos cidadãos, suas ações coletivas e que tenha, como pressuposto, o respeito às diferenças e à diversidade, bem como a crítica às desigualdades sociais atualmente existentes no País e no Rio de Janeiro. Dessa forma, foi se construindo e fortalecendo a articulação de um leque de ações no qual diversas experiências positivas locais se entrelaçaram e se afirmaram, numa ideia central de que vivemos numa cidade onde todos devem ter o direito de acessar os recursos nela existentes, independentemente da região onde residam.

Missão

Garantir que os direitos da população que reside no conjunto de 16 favelas da maré sejam efetivados.

Visão

Ter o reconhecimento dos moradores do conjunto de 16 favelas da Maré, das instituições da sociedade civil e dos órgãos do poder público como uma organização que promove o desenvolvimento sustentável da região a partir da mobilização e do protagonismo da população local.  

Valores

1.Defender todos os direitos dos moradores do conjunto de favelas da Maré

2.Reconhecer as potencialidades socioculturais, educacionais e econômicas nos espaços da Maré

3.Defender a igualdade étnico-racial e de gênero

4.Agir contra todas as formas de violência e discriminação

5.Assumir plena responsabilidade junto aos compromissos e resultados a serem gerados

6.Pautar nossa atuação em princípios éticos, integridade, honestidade e transparência

7.Defender a democracia.