Logotipo Favelas
Logotipo Favelas

CORONAVÍRUS NAS FAVELAS

O Dicionário de Favelas está apoiando o enfrentamento à pandemia de covid-19. A plataforma Wikifavelas reúne informação sobre diferentes formas de apoiar iniciativas comunitárias durante a pandemia, notícias, material produzido pela e para favelas, relatos de moradores, ensaios e pesquisas acadêmicas sobre o novo coronavírus nas favelas do Brasil.

Dicionário de Favelas
Marielle Franco

O Dicionário de Favelas é uma plataforma virtual de acesso público para a produção e veiculação de conhecimentos sobre favelas e periferias. Visa estimular e permitir a coleta e construção coletiva do conhecimento existente sobre as favelas, por meio da articulação de uma rede de parceiros que se dedicam a esse tema, tanto nas universidades quanto nas instituições e coletivos existentes nesses territórios. Desta forma, pretende dar continuidade à luta da vereadora Marielle Franco e de tantas outras lideranças comunitárias contra preconceitos e exclusões, construindo uma sociedade mais justa e igualitária.

Projeto

O projeto do Dicionário de Favelas tem por objetivo favorecer a preservação da memória e identidades coletivas dos moradores das favelas, como parte do nosso compromisso com a expansão da cidadania e do direito à cidade e criar um espaço virtual que reúna o conhecimento sobre estes territórios de forma interdisciplinar e interinstitucional.

Este projeto tem apoio da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ).

Fundação Oswaldo Cruz - Fiocruz Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnlógico - CNPq

Instituições

O Conselho Editorial do Dicionário é composto por representantes das instituições que deram início ao projeto, progressivamente ampliado com a entrada de novas instituições participantes. O Conselho é responsável pela linha editorial e pela mobilização de novos parceiros. A composição original do Conselho Editorial inclui as seguintes instituições:

  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ
  • Coletivo de Estudos sobre Violência e Sociabilidade - Cevis
  • Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional - IPPUR/UFRJ
  • Centro de Estudos e Ações Culturais e de Cidadania - CEACC
  • Grupo ECO Santa Marta
  • Instituto Raízes em Movimento
  • Insituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde - ICICT
  • Fundação Oswaldo Cruz - Fiocruz

Além dessas instituições representadas no Conselho Editorial existe um grande número de pesquisadores de diferentes instituições que estão participando do Dicionário.


Verbetes

Verbetes

O Dicionário é composto de textos autorais (de cerca de 4000 palavras), podendo incluir vídeos, fotos, poemas, na forma de VERBETES. Para tanto é necessário que a pessoa se inscreva como participante, antes de inserir seu texto diretamente na plataforma. Cada autor é livre para propor o tema de seu interesse, desde que remeta à temática geral das favelas e periferias e esteja adequado às normas e princípios do Dicionário, acessíveis aqui. O Dicionário está aberto à apresentação de visões divergentes e levantamento de controvérsias, que devem fazer referência ao texto original com o qual se propõe a debater. Deve também respeitar as diretrizes éticas indicadas.

Marielle Franco

Dicionário de Favelas Marielle Franco

Marielle Franco é homenageada pelo Dicionário de Favelas por sua luta em defesa dos direitos humanos, em especial das mulheres negras, dos moradores de favelas e da população LGBTI. Ela foi eleita em 2016 com expressiva votação como vereadora da cidade do Rio de Janeiro aos 37 anos e vinha se consolidando como uma liderança política inconteste na defesa de valores democráticos e práticas políticas coletivas, que mobilizaram a juventude.

Nascida e criada na favela da Maré, estudou sociologia e tornou-se mestre em administração pública com dissertação sobre a política de segurança conhecida como UPP – Unidades de Polícia Pacificadora. Entusiasta do Dicionário de Favelas, contribuiu com um verbete sobre este tema. Acesso

Marielle foi executada em 14 de março de 2018 em um bárbaro crime político, ainda não elucidado. Buscaram calar sua voz, assim como o fizeram com a de tantas outras lideranças populares. Mas, sua trajetória deixou muitas sementes e o Dicionário de Favelas se compromete a difundir os valores pelos quais ela viveu e morreu.