Cultura e Política nas favelas e periferias (live)

De Dicionario de Favelas Marielle Franco
Ir para navegação Ir para pesquisar

Autoria: Dicionário de Favelas Marielle Franco.

Sobre

"Favelas em Movimento" é a nova série de lives do Dicionário de Favelas Marielle Franco .Toda última terça-feira do mês, às 18h, no canal da VídeoSaúde (Distribuidora da Fiocruz), moradores(as) e representantes de favelas e periferias se encontram para um bate-papo sobre questões sociais, políticas, culturais e econômicas fundamentais para pensarmos a vida destas pessoas em um cenário pandêmico, mas também o futuro.

Resumo

Nesse episódio, conhecemos as trajetórias dos convidados Andréa Bak e de Tiaraju e como elas são marcadas pela cultura e pela política, onde ambas se complementam e se estimulam. Enquanto Andréa conhece o Slam e o Rap na juventude através da sua inserção no movimento estudantil e em coletivos culturais, Tiaraju aprende com sua mãe, liderança comunitária, e seus vizinhos, nas quebradas de São Paulo, que mobilização política e samba caminham juntos. 

Os convidados destacam a importância da cultura e da arte para se fazer política, como agentes de denúncia e de transformação social. Do movimento hip-hop ao slam, passando pela literatura marginal e os teatros de periferia, diferentes expressões culturais ajudaram a construir uma intelectualidade da favela e impulsionaram a batalha de ideias.

Eles discutem também sobre a inserção de atores periféricos na política institucional, analisando os desafios que corpos pretos, favelados e LGBTQIAP+ enfrentam nesses espaços de poder e suas resistências, que passam, claro, pela arte e a cultura.

Cultura e Política nas favelas e periferias (live)

Convidados: Andrea Bak: Poeta, cantora e estudante de química. É dos grupos Rap Neftaris Vandal e do coletivo Slam das Minas RJ. Tiaraju Pablo D’Andrea: Músico. Professor da Unifesp, Campus Zona Leste. Coordenador do Centro de Estudos Periféricos. Autor do livro “40 ideias de periferia: história, conjuntura e pós-pandemia” (Dandara Editora). A mediação será feita pela Professora Sonia Fleury, que é Coordenadora do Dicionário de Favelas Marielle Franco.