Unifavelas (projeto)

Por equipe do Dicionário de Favelas Marielle Franco

Verbete produzido pela Equipe do Dicionário de Favelas Marielle Franco

Sobre o projeto[editar | editar código-fonte]

A UniFavelas é um projeto socioeducativo com foco em favelizar espaços de construção de conhecimento acadêmico e não acadêmico. O projeto se constitui por meio da construção de comunidades de ensino-aprendizagem, potencializando direitos sociais e direitos humanos em território favelizado, visando a educação como prática da liberdade.

Objetivos[editar | editar código-fonte]

  • Favelizar espaços de construção de conhecimento acadêmico e não acadêmico;
  • Construir comunidades de ensino-aprendizagem para a prática da liberdade;
  • Potencializar direitos sociais e direitos humanos em território favelizado;
  • Promover o exercício do pensamento crítico, da autonomia, da solidariedade e da cidadania;
  • Atuar em prol do empoderamento e afirmação da favela, das faveladas e dos favelados por meio do ensino-aprendizagem libertário, horizontal e empático;
  • Contribuir para a emancipação da população favelada;
  • Ouvir e agir coletivamente com as/os moradores a partir de suas demandas, sonhos e propostas para o território em que vivem.

Histórico[editar | editar código-fonte]

O UniFavela é um dos três cursos Pré-Vestibulares que atuam no complexo de favelas da Maré, um conjunto composto por 17 favelas com um total de 140 mil habitantes. A desproporção desses números é um dado revelador sobre a precarização de direitos sociais, e os baixos índices de desenvolvimento social, na região.

Formado por jovens professores voluntários, a motivação essencial do projeto é a inserção de jovens e adultos da Maré na universidade, corrigindo um déficit de formação universitária de qualidade na população local. Por intermédio do Edital RUA 2019, o UniFavela tornou-se um curso de extensão da UFRJ, tendo recebido menção honrosa.

O projeto teve que se adaptar a dificuldades de localização: começou a funcionar em junho de 2018 na Lona Cultural Hebert Vianna, desenvolveu por um período suas ações em uma laje na Favela Nova Holanda, com capacidade de abrigar em média 15 estudantes, e atualmente funciona no Instituto Vida Real.

Em 2018, o seu índice de aprovação foi de 100%!

Em 2020, já são mais de 200 inscritos!

UniFavela e Coronavírus[editar | editar código-fonte]

Enquanto o governo pede para que estudantes se ‘reinventem’ e estudem para o Enem mesmo com a crise do coronavírus, alunos e o professor Laerte Breno do pré-vestibular Unifavela, na Maré, no Rio, sofrem com a falta de computadores, smartphones e conexão à internet para se preparar para o exame.


Contatos[editar | editar código-fonte]

Site oficial - clique aqui Instagram - Clique aqui Canal do Youtube - Clique aqui Facebook - Clique aqui LinkedIn - Clique aqui Twitter - Clique aqui

Veja também[editar | editar código-fonte]

Palavras-Chave Associativismo e Movimentos Sociais Temática - Educação Maré Coronavírus